Você sabe qual a diferença entre os procedimentos de gluteoplastia e lipoenxertia? Muitas pacientes não sabem apontar as diferenças entre eles e isso pode gerar algumas dúvidas.

Ambos procedimentos são bastante famosos e servem para realçar o contorno do corpo, especialmente na área do bumbum. Porém, existem especificidades em cada um dos procedimentos que precisam ser destacados.

A busca por cirurgias plásticas não deixa de aumentar, mas é preciso manter a saúde em primeiro lugar. Por isso, reuni neste texto uma explicação sobre o que é cada procedimento, para quem é indicado e como realizá-los de maneira correta, respeitando o pós-operatório. 

Se você tem interesse no assunto, não deixe de conferir o conteúdo até o final. 

Qual a diferença entre os procedimentos?  

Gluteoplastia e lipoenxertia não são a única forma de deixar o glúteo mais definido e harmonioso com o corpo, mas são os procedimentos mais procurados. Se você nunca ouviu falar em lipoenxertia, talvez conheça o nome “lipoescultura”.

Mas vamos as definições de cada procedimento.

 

O que é a gluteoplastia? 

A gluteoplastia é uma cirurgia plástica que aplica uma prótese de silicone dentro da musculatura dos glúteos, no esquerdo e no direito. Assim, é possível ter maior volume na região. 

O tamanho adequado da prótese é escolhido em consulta médica, junto da cirurgiã responsável pelo procedimento. As próteses utilizadas para a gluteoplastia precisam ser de material específico. 

Pode ser gel coesivo, liso ou texturizado. Além disso, o formato pode ser oval ou arredondado.

A cirurgia dura em média 3 a 5 horas, sendo que a internação geralmente dura 24 horas. É importante ressaltar também que a cicatriz fica escondida no sulco entre os glúteos. Então ela é imperceptível.

 

Quem pode fazer gluteoplastia?

Mas como saber se a gluteoplastia é para você? Esse é um procedimento indicado para pessoas com nádegas pequenas ou desproporcionais. Além disso, quem busca mais volume do que contorno também ficará satisfeito. 

Há também casos em que existe alguma deformação na nádega, que são flácidas ou assimétricas. A gluteoplastia é o ideal para quem busca resolver esse problema. 

 

O que é lipoenxertia?

Já a lipoenxertia ou lipoescultura, é um procedimento que é feito a partir da combinação com a lipoaspiração. Ou seja, é retirado o excesso de gordura de um lugar para colocá-la em outra parte do corpo que necessite. 

Essa gordura pode ser retirada de áreas como coxas, culote e abdômen. Em seguida, ela será injetada nos glúteos e assim dará mais volume. Assim, melhora o volume e o torno da região.

A cirurgia dura em média de três horas e, assim como na gluteoplastia, necessita de uma hora de internação hospitalar. Normalmente, os resultados demoram um pouco mais para aparecer. 

Isso porque é preciso considerar o inchaço que surge na região, ocasionada pelo procedimento. Mas a situação melhorou pouco tempo depois, e já é possível observar os resultados. 

Leia mais:: O que você precisa saber antes de sua abdominoplastia?

 

Quem pode fazer lipoenxertia?

Essa é uma cirurgia indicada para quem deseja melhorar o volume ou então preencher pequenas áreas. Quem busca por correções, encontrará na lipoenxertia o procedimento ideal. 

Sem contar que a lipoenxertia, como mencionamos antes, pode ser combinada com a lipoaspiração. E neste caso, a paciente terá a definição do tronco juntamente com o aumento dos glúteos. 

 

Quais os cuidados necessários para realizar os procedimentos? 

 É necessário que o paciente faça uma anestesia geral ou raquianestesia.  Em geral, os procedimentos não apresentam complicações. 

Entretanto, é preciso seguir todas as recomendações médicas, realizar todos os exames pré-operatórios e estar em boas condições de saúde.  Ficou interessado pelo assunto e quer saber mais? Não deixe de me acompanhar nas redes sociais e conferir os meus vídeos no YouTube. Espero ter ajudado!